sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Considerações sobre o pregador - 3


3 - Sim, deve estudar, muito

Sabemos que muitas vezes, alguns queridos irmãos que assumem a responsabilidade da pregação, infelizmente não receberam a preciosa oportunidade de realizar um curso teológico, curso este que é muito importante para que entendamos a fundo as verdades bíblicas e tenhamos condições de expô-las a outem. Salvo as situações em que o pregador é alguém com pouca instrução e que assumiu tal tarefa por uma extrema necessidade na obra, é via de regra que o crente que deseja ser um ministro da palavra deve estudar e ler, muito.

Jesus Cristo, estudava desde a mais tenra idade. Os seus doze discípulos foram seus alunos durante o período de três anos, é notório em muitos textos Jesus ensinando, explicando e aplicando, ou seja os alunos de Cristo estavam aprendendo com Ele para que depois pudessem ensinar a outros, eu creio que você se lembra das instruções de Jesus em Lucas 24 quando o Mestre diz para os discípulos que eram os seus alunos que eles deveriam ir e fazer mais alunos; e qual era a matéria de estudo? O próprio Jesus, Ele era o tema a ser ensinado.

Existe uma trágica atitude tomada por alguns pregadores, que as vezes até com certo orgulho e satisfação contam que não estudam a Bíblia e nem querem estudar pois "a letra mata". Deixando pois de lado a falha interpretação de que "a letra mata", tendo em vista que o próprio contexto aclara que letra naquele sentido está se referindo à lei (2ª Coríntios 3), vamos então procurar entender a importância do estudo por parte do pregador.

O ministro, deve saber do que está falando, acredite, a igreja sabe quando o pregador está enrolando e, consequentemente fica evidente a falta de preparo. Sim, estudar melhora em muito o sermão.

Como você quer comunicar algo que desconhece? Olhando pelo ponto de vista natural, ninguém assiste a apresentação de alguém que não sabe do que está falando. Um belo exemplo em nosso país, é o horário político, espaço usado por muitas pessoas que não sabem o que é política e muito menos o que estão fazendo ali. Qual a reação imediata do telespectador? Desligar o aparelho, ninguém quer ouvir frases prontas, repetição de ideias sem o desenvolver de argumentos. É exatamente aí que muitos ministros deixam a desejar na execução do seu ministério. Não estudam a palavra de Deus, consequentemente não têm conteúdo para sua pregação, os cultos começam a ficar entediantes pois sempre é o mesmo sermão com uma roupinha diferente. É como comer o mesmo cardápio todos os dias durante muito tempo, esta é a ilustração para tais pregadores.

A Bíblia é rica e profunda, meu irmão, se você quer ser um ministro da palavra de Deus, abandone a preguiça. Vá ler, rascunhar, preparar manuscritos e esboços. Voltando a ideia da comida, um restaurante que só serve arroz e feijão no cardápio, muito em breve vai fechar as portas, pois as pessoas necessitam refeições completas, com verduras, carnes e outras variedades alimentícias. Assim é na igreja, as pessoas precisam de todo o conselho da palavra de Deus para receberem os nutrientes espirituais necessários para viver em Cristo. Se a sua igreja só serve arroz e feijão, e pior ainda, se é por preguiça sua em não querer ter trabalho de aprender "novos pratos" não reclame quando as ovelhas começarem a adoecer, fraquejar ou morrer. Era seu o dever alimentar elas. E não vale reclamar também se elas forem procurar alimento em outras pastagens, pois se foram procurar é porque não lhes era oferecido onde estavam, ou, se era oferecido, era sempre o mesmo prato ou, grama seca toda semana.

Não seja preguiçoso, estude. Vejam bem, você não precisa inventar um sermão, você não precisa tentar impressionar as pessoas, menos ainda tentar segurar as pessoas na sua igreja. Você só precisa expor a mensagem que já está pronta, já está revelada, estude ela, explique para as pessoas e diga a elas como isso se aplica na sua vida. Você está seguro de seu chamado e ama a Deus acima de todas as coisas? Então cuide do rebanho dEle.

0 comentários:

Postar um comentário