quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Considerações sobre o pregador - 1


O pregador é a pessoa que Deus usa para transmitir a gloriosa mensagem de salvação ao mundo perdido. Talvez você já tenha feito a si mesmo as seguintes perguntas: O que é preciso para ser um pregador? Por onde começo? Usar terno e gravata é um diferencial? É o "uniforme" de pregador? Preciso estudar? Se sim, o que e por onde começar os estudos?

Bem, não poucas vezes vimos jovens obreiros com estas perguntas que os inquietam. Naturalmente que a ordem de anunciar o evangelho é dada a todos os crentes em Cristo, mas aquele que deseja executar o ministério da palavra deve considerar sim, alguns pontos e, para ajudar a compreensão dos queridos irmãos estarei listando alguns destes importantes pontos no decorrer dos próximos dias. Lembrando que a lista não será exaustiva, será apenas um apontar de direção para o caminho que devem tomar aqueles que querem ministrar a palavra de Deus

1 - Esteja consciente de que esta é a sua vocação

O apóstolo Paulo incentiva os crentes a buscarem dons espirituais, mas também deixa bem claro que o Espírito Santo dá os dons a quem Ele quer, para que sejam úteis na igreja de Cristo. Então: se você deseja ministrar a palavra, peça ao Espírito Santo mas, se Ele quer usar você em outra área da seara, contente-se, Ele é o dono da obra, sabe o lugar onde você será mais útil. Ele dá dons aos seus servos para cumprir o plano eterno de Deus, não os seus sonhos pessoais. Se esta não for a sua vocação, não esmoreça, não fique triste, afinal a seara é grande, o que falta são trabalhadores e definitivamente ser ministro da palavra não é o único serviço que você pode prestar a Deus.

Se efetivamente este é o seu chamado e o seu coração arde em desejo de anunciar Cristo às pessoas, comece ainda hoje a exercitar o seu ministério, fale do plano de salvação para o seu vizinho, peça a Deus a oportunidade de falar também ao seu colega de trabalho, faculdade. Naturalmente seu pastor verá o chamado de Deus em sua vida e lhe dará oportunidades de continuar a desenvolver o seu ministério e te acompanhará, afinal, os pastores oram a Deus por companheiros que de fato desejem realizar a obra de Deus e compartilhar a carga da responsabilidade de anunciar a salvação em Jesus Cristo.


Tenha a motivação correta ao desenvolver o seu ministério, ou seja, única e exclusivamente glorificar a Deus. O ministério não começa criando uma página na rede social e expondo um número para "agenda", não pregue esperando ser uma celebridade ou estrela, isso os ímpios fazem. Quando falo em motivação correta, quero dizer que você não deve pregar absolutamente nada em contrário a palavra de Deus, menos ainda subtrair algo para que não seja tão "ofensivo". Se o seu chamado é pregar a palavra de Deus, deves estar consciente que muitas pessoas não aceitam todo o conselho da bíblia, elas são seletivas e, muitas vezes estão até dentro da igreja, acredite. O seu motivo deve ser pregar a verdade a tempo e fora de tempo para que as pessoas conheçam o grande plano de salvação e, para que Deus seja glorificado através da sua mensagem.

Anderson de Moraes

0 comentários:

Postar um comentário